Bonito News
Cotação

Preso assaltante que fez arrastão em bairros de Campo Grande

Publicado em 15/12/2016 16:45 Editoria: Cidades News sem comentários Comente!


Alexsandro Pompeu da Silva, de 19 anos, foi preso depois de praticar diversos assaltos, principalmente na região norte de Campo Grande, na companhia de comparsa identificado como Neguinho, que está foragido. Assaltante foi apresentado à imprensa por equipe da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos (Derf), hoje de manhã.

De acordo com o delegado Carlos Delano, os dois são apontados como autores de vários roubos praticados ontem de manhã. Pelo menos quatro pessoas foram vítimas em apenas 40 minutos.

Crimes aconteceram entre 7h e 7h40, em bairros da região norte da Capital, como Santa Luzia, Vila Marli e Nossa Senhora das Graças. O primeiro deles foi às 7h05, quando a dupla abordou rapaz de 18 anos na Rua Santa Rosa, Bairro Santa Luzia.

Outro jovem, de 24 anos, foi roubado pela dupla na Vila Marli, enquanto dois trabalhadores da construção civil, ambos de 28 anos, também foram assaltados no Bairro Santa Luzia. Já um adolescente de 14 anos teve o celular roubado no Bairro Nossa Senhora das Graças, quando seguia para a escola.

PRISÃO

Delegado Carlos Delano explicou que investigadores da Derf passaram a monitorar boletins de ocorrência e desconfiaram de casos de roubos que foram praticados na mesma região, em horários próximos, por autores com as mesmas características e os casos registrados na 2ª Delegacia de Polícia.

Depois de informar o crime, rapaz de 18 anos retornou à unidade policial para avisar que o localizador de seu celular roubado estava ligado e indicava endereço no Bairro Silvia Regina.

Investigadores da Derf entraram em contato com a vítima e, por meio dos dados indicados pelo celular, encontraram Alexsandro. Suspeito estava com oito aparelhos, sendo que quatro foram roubados ontem cedo e os outros quatro são de vítimas que não procuraram a polícia para comunicar os assaltos. Já o celular do jovem não foi recuperado porque estava com Neguinho, que fugiu.

Alexsandro confessou os crimes e disse que praticou tantos roubos que não lembrava ao certo a quantidade. Assaltante negociava, de R$ 300 a R$ 500, cada aparelho roubado. Objetivo da dupla era “conseguir dinheiro fácil”.

Ele não tem passagem pela polícia, mas o comparsa Neguinho responde por furto.

› FONTE: Bonito News (www.novo.bonitonews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: