Bonito News
Cotação

Segunda fábrica da Fibria entra em operação em Três Lagoas

Publicado em 25/08/2017 08:12 Editoria: Cidades News sem comentários Comente!


Com investimento de R$ 7,5 bilhões, a Fibria, empresa produtora de celulose, anunciou ontem o início a operação de sua nova fábrica em Três Lagoas. Diferente da previsão inicial, que era para setembro, a segunda linha de produção de celulose da companhia foi entregue com três semanas de antecedência.

A segunda fábrica terá capacidade de produção de 1,95 milhão de toneladas de celulose de eucalipto por ano. Somando a primeira unidade, já em funcionamento na cidade, a empresa passa a ter uma capacidade de produção de 3,25 milhões de toneladas de celulose/ano, o que faz da operação da Fibria no Mato Grosso do Sul uma das maiores fábricas de celulose do mundo.

Expansão de unidade de Três Lagoas foi anunciada pela empresa em maio de 2015, e os trabalhos começaram em seguida. Segundo a Fibria, em pouco mais de dois anos foram gerados 40 mil empregos em toda a cadeia produtiva.

“Nesse período concluímos a maior fábrica em linha única da atualidade antes do prazo e abaixo do orçamento proposto, o que evidencia o comprometimento de toda a equipe em ganhar produtividade, reduzir custos e fazer sempre melhor, com segurança e respeito às pessoas e ao meio ambiente. O início da operação da nossa segunda fábrica em Três Lagoas representa o começo de uma nova fase para a companhia, consolidando a sua liderança no mercado mundial”, afirma Marcelo Castelli, presidente da Fibria.

TECNOLOGIA

Um dos destaques da nova unidade é o viveiro automatizado de mudas de eucalipto, para atender a demanda de 43 milhões de mudas por ano. Tecnologia é empregada na fabricaçãode flores na Holanda.

Viveiro tem irrigação automatizada, que permite o controle detalhado do manejo e da nutrição das plantas, e uma estação meteorológica particular que faz a abertura e o fechamento automático de tetos retráteis de acordo com o clima, aumentando a proteção das mudas na fase mais sensível.

 

 

› FONTE: Bonito News (www.novo.bonitonews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: