Bonito News
Cotação

Agentes descumprem decisão judicial e visitas são suspensas em presídios

Publicado em 25/09/2017 07:52 Editoria: Cidades News sem comentários Comente!


As visitas de familiares a detentos de Mato Grosso do Sul foram suspensas ontem, domingo (24). A medida é reflexo de paralisação dos agentes penitenciários estaduais, que mantiveram o ato mesmo depois de decisão judicial considerar o manifesto ilegal.

De acordo com o Sinsap (Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária de MS), a notificação da decisão do desembargador Paschoal Carmello Leandro, que viu riscos de rebelião e, por isso, declarou o ato ilegal, não chegou ao sindicato.

O descumprimento da decisão judicial, conforme o desembargador, acarretará multa diária de R$ 50 mil. No entanto, em razão da não notificação do Sinsap, sindicalistas afirmam que o movimento é legal.

A paralisação das atividades e consequentemente das visitas aos preses tem validade de 24 horas. As visitas no sábado (23) ocorreram normalmente nos presídios do Estado.

A paralisação

Em assembleia, os servidores decidiram por paralisar os trabalhos por 24 horas, nas 54 unidades prisionais do Estado. Os banhos de sol serão suspensos, assim como, as visitas, entrega de alimentação, liberação de presos dos regimes aberto e semiaberto para visitação em domicílios, e atendimento de advogados.

Segundo o presidente do Sinsap (Sindicato dos Servidores de Administração Penitenciária de Mato Grosso do Sul), André Luiz, “Paralisar o trabalho é a única forma de pressionar o Governo para garantir o mínimo de segurança e condições de trabalho”, explica.

O Sindicato afirma ainda que a categoria recebe um dos piores pisos salariais do país, e o menor da segurança pública em Mato Grosso do Sul. Atualmente, um agente penitenciário trabalha 24h por 72 h com vencimento base de R$ 3,1 mil.

› FONTE: Bonito News (www.novo.bonitonews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: